• (11) 3395-8255 ou (11) 94898-7133

COMO ESCOLHER O PISO CERTO

Um dos detalhes mais importantes na decoração de um ambiente é sem dúvidas o piso. Escolher qual modelo se encaixa melhor é um exercício de pesquisa que deve ser cuidadoso. Além de aspectos como a cor que melhor se adequa ao projeto, o material deve ser levado em consideração, pois nem todo tipo de piso pode ser colocado em todos os cômodos da casa.
Trouxemos algumas dicas para você acertar na hora de escolher o piso para a sua casa e deixar todos os ambientes lindos por mais tempo.

Ambientes frios
Recomenda-se o uso de porcelanato, por ser um piso mais resistente.
Peças grandes na cozinha para facilitar a limpeza.
Peças antiderrapantes nos banheiros e área de serviço.

Dormitórios
Recomendamos revestimentos que combinem com a tonalidade dos móveis.
Pisos de madeira.
Laminados.

Salas
Para esse ambiente, abuse da criatividade!
Porcelanato, cerâmica, pastilhas, madeira são bastante propícios.
Pedras como mármore ou granito também são boas alternativas para quem gosta de um estilo mais clássico e elegante.

Cozinha
Quem não gosta de se reunir na cozinha? Para isso, eleja um piso que resista ao trânsito de pessoas. Entre as opções mais comuns, cerâmicas e porcelanatos esmaltados pedem atenção extra na escolha: se usados no chão desse ambiente, devem ter PEI 4. “Trata-se da classe de abrasão superficial, presente na embalagem do produto. Ela garante a resistência ao tráfego”. Esses materiais não guardam tantos segredos no assentamento. Mas, se sua escolha recair nas placas cimentícias, saiba que a boa aderência depende da aplicação correta da argamassa (que precisa ser do tipo AC II ou AC III): recomenda-se passá-la tanto no contra piso quanto no verso da peça, formando cordões cruzados. Já a impermeabilização evita manchas e absorção de água. “Para a limpeza, indica-se pano úmido e cera líquida uma vez por semana”. A manutenção também é o ponto importante quando se trata de ladrilhos hidráulicos, que podem ser impermeabilizados com resina e limpos com sabão neutro e água. Para finalizar, cera líquida incolor.

Bancadas
Usadas na preparação de alimentos, devem ser fáceis de higienizar, resistentes e duráveis. Daí o sucesso dos compostos de resina acrílica e minerais naturais (como o Corian, da DuPont, e o Hi-Macs, da LG). “Se optar por algum deles, prefira os tons claros, que disfarçam possíveis riscos, e lance mão de proteções de inox para evitar danos causados pelo contato com panelas quentes”. “Esses revestimentos, assim como o aço inox, formam uma superfície contínua que abrange o tampo, a cuba e o frontão, dispensando rejuntes”. O resultado: eles não correm o risco de sofrer infiltrações. Numa cozinha gourmet na área externa, cuidado na escolha: produtos à base de quartzo (como Silestone e Technistone) podem sofrer alteração de cor sob a ação de raios ultravioleta. Por outro lado, na manutenção, toleram produtos químicos e abrasivos. “O Technistone não mancha, mas deve ser limpo diariamente para não reter sujeira”. Quem preferir bancadas de aço inox deve ficar longe da palha de aço.

Paredes: Quando usar pastilhas
Superfícies engorduradas são possíveis até nas cozinhas mais equipadas, mas o revestimento certo pode evitar a impregnação. “Entre os cerâmicos, os lisos ou com pequenos relevos e os esmaltados sem granilha são os mais indicados”. Outro material bem-vindo em paredes de cozinhas são as pastilhas de aço inox. Essas pecinhas requerem instalação e manutenção cuidadosas: argamassa do tipo AC III e rejunte à base de resinas acrílicas ou epóxi. “Para rejuntar, use uma espátula plástica e, depois de 20 minutos, retire o filme adesivo das peças. Ácidos, abrasivos e produtos oleosos devem ficar longe delas. Outra boa escolha: a massa de cimento sobre alvenaria (ou qualquer superfície regularizada com massa corrida). “É importante impermeabilizá-la depois da aplicação para que não absorva água ou gordura. Quanto à limpeza, sabão neutro e água são suficientes (isso vale também para as pastilhas de vidro). “Já nos modelos esmaltados, evite usar produtos ácidos.